A mesma criança, atitude dos cidadãos diferente…

•Setembro 22, 2013 • Deixe um Comentário

A mesma criança é retratada de forma diferente. Numa situação a criança estava bem vestida e asseada, noutra suja e  com roupas rotas.
Deixada no mesmo local (São Paulo, Brasil) no passeio, abandonada. Veja como os cidadãos reagem.
A questão que fica: Umas crianças são problema nosso e outras não?

Impressora que “imprime” alimento…

•Setembro 18, 2013 • Deixe um Comentário

A NASA está a desenvolver uma impressora 3D que é capaz de transformar insectos e algas em comida, Poderá ser esta a alimentação do futuro? Este sistema poderia ter um contributo positivo quanto a Fome no mundo, em particular, na África?

Lê o artigo completo em: http://www.engenhariae.com.br/tecnologia/nasa-aposta-em-impressora-3d-que-faz-comida-a-partir-de-algas-e-insetos/

A terra – rastilho dos conflitos africanos

•Setembro 8, 2013 • Deixe um Comentário

” Cerca de 90% das áreas de produção e habitação de camponeses da África sub-saariana não estão documentados, situação que as torna extremamente vulneráveis a casos de usurpação e expropriação com compensações muito baixas, segundo o Banco Mundial (BIRD).

No seu relatório intitulado “Como África pode Transformar a Posse da Terra, Revolucionar a Agricultura e Acabar com a Pobreza”, o BIRD indica que os países africanos e as suas comunidades poderiam acabar eficazmente com a usurpação de terras, cultivar um volume significativamente mais elevado de alimentos e transformar as suas perspectivas de desenvolvimento se conseguissem modernizar os complexos procedimentos de governo que regem a propriedade da terra e a sua gestão.

Avança o documento apontando que África tem a taxa de pobreza mais elevada do mundo de 47,5% da sua população a viver com menos de USD1,25/dia, isto apesar da sua abundante riqueza de terras e de minérios, segundo Makhtar Diop, vice-presidente para África do Banco Mundial.

Aponta a seguir Diop que melhorar a gestão da terra é algo de essencial para alcançar um crescimento económico rápido e para traduzir num nível significativamente mais baixo de pobreza e em mais oportunidades para os africanos, incluindo as mulheres que constituem 70% dos agricultores de África, mas sem acesso à propriedade da terra barrado devido a leis consuetudinárias.

Pugnar por reformas e investimento para cadastrar todas as terras comunitárias e as mais férteis pertencentes a privados, regularizar os direitos de posse de ocupantes em terrenos públicos de bairros de lata urbanos onde vivem 60% dos moradores urbanos de África e confrontar a fraca governação e a corrupção que são endémicas no sistema de gestão das terras em muitos países africanos constituem recomendações endossadas pelo Banco Mundial a governos africanos para serem aplicadas contra expropriação e usurpação de terras no continente. ” (Artigo de http://www.verdade.co.mz)

Revolução em Maputo

•Setembro 1, 2010 • Deixe um Comentário

Maputo acorda sobre uma revolução levada a cabo por populares que reivindicam contra o acentuado aumento dos preços dos bens básicos(água, luz e pão). Já se contam 4 mortos e 42 feridos entre os populares que se dirigiam da periferia para o centro da cidade em protesto.

O ministro do Interior de Moçambique, José Pacheco, classificou de “vandalismo” os protestos contra o aumento de preços, afirmando tratar-se de actos “ilegais”.

Desatre na luta pela sobrevivência

•Agosto 9, 2010 • Comentários Desativados em Desatre na luta pela sobrevivência

Pelo menos 63 pessoas morreram, no norte da índia, provocado pela queda de uma porta de metal. Estavam cerca de 10 mil pessoas no local, para receber roupa e alimento distribuídos gratuitamente.

Catástrofe no Haiti

•Janeiro 16, 2010 • Deixe um Comentário

As catástrofes naturais fazem com que as pessoas vivam na miséria, com fome, sede e têm que partilhar as ruas com os cadáveres , o cheiro é insuportável. Só quem lá está, sabe o horror daquilo por que passam. Milhares de pessoas ainda estão enterradas nos escombros, e não há meios que cheguem lá devido às faltas de condições. Milhares de crianças ficaram órfãs.  Há uma luta constante para saciar a fome e a sede. As organizações de ajuda não conseguem controlar os milhões de pessoas que tentam chegar à comida, é uma luta onde tudo vale.

Help !

•Janeiro 15, 2010 • Deixe um Comentário